COMOENSINAR300

Como ensinar bem

A OPEE é uma metodologia de ensino focada na formação do projeto de vida de crianças, adolescentes e jovens, que envolve atividades sistemáticas focadas em autoconhecimento, relações humanas, escolha profissional, empregabilidade, empreendedorismo, mercado de trabalho e educação financeira.

Por meio de leituras, atividades, dinâmicas, pesquisas e desafios,  preparamos o aluno para formar seu projeto de vida de maneira sustentável. A OPEE nasceu com a intenção de motivar para o conhecimento multidisciplinar, o amadurecimento e para fortalecer valores humanos, com posturas ética e proativa diante da vida profissional e pessoal.

Baseada na Psicologia Cognitiva, a metodologia traz temas que há milhares de anos são desafiadores à humanidade, como o autoconhecimento (que remonta à máxima de Sócrates, “Conhece-te a ti mesmo”, uma referência atemporal para todos nós); a atitude em busca da verdade (Platão defendia que todos vivemos como em uma caverna, de onde temos de sair para enxergar a verdade e não suas projeções na parede, ou seja, é preciso enxergar além do senso comum e com visão crítica); e a prática de virtudes, tão bem trabalhada por Aristóteles.

Compilada em uma coleção de livros voltados para a Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio, a Metodologia OPEE busca a formação da atitude empreendedora, entendendo o empreendedorismo na base etimológica da palavra empreender (empreendere, do Latim: pegar com as mãos). Acreditamos que uma educação empreendedora ajuda crianças, adolescentes e jovens a ter suas próprias vidas nas mãos, podendo fazer escolhas mais acertadas, mais sustentáveis e felizes.

***

O “Como Ensinar Bem” é o livro teórico da Metodologia OPEE e foi escrito pelo professor e psicoterapeuta Leo Fraiman a partir das suas experiências em sala de aula e consultório, além de anos acompanhando o trabalho de tantas escolas que utilizam o material OPEE em todo o Brasil.

Abaixo, Leo Fraiman fala sobre vários temas que estão no livro e na coleção OPEE:

***

Nos vídeos a seguir, os vários capítulos do livro são trabalhados pelo autor, visando aumentar o entendimento do professor não apenas para a aplicação da OPEE, mas também para melhorar sua performance diante do desafio de educar.

CAPÍTULO 1  – AUTOCONHECIMENTO DO EDUCADOR

Na OPEE, falamos muito sobre autoconhecimento com o aluno, mas antes disso é importante que o próprio professor trabalhe esse conceito e se conheça profundamente. Por isso, aqui incentivamos o educador a fazer uma autoavaliação para conhecer os pontos fortes e fracos de sua atuação como professor, para, então, poder se aprimorar e buscar sua realização profissional.

***

CAPÍTULO 2 – TEORIA E VISÃO DO SER HUMANO

O ser humano não nasce com manual de instruções, porém diversos estudos nos ajudam a entender como viver melhor, como alcançar mais e melhores resultados, como e por que ter uma vida feliz e, por fim, o que dá sentido à nossa vida. A ideia aqui é dar caminhos para que possamos nos perceber e compreender formas de melhorar nosso trabalho. Você, educador, é uma pessoa à medida que se conhece melhor e pode ser melhorado. Da mesma forma é seu aluno, uma pessoa pode ser incentivada a se transformar na melhor versão de si mesma, independente de sua condição.

***

CAPÍTULO 3 – FASES DO DESENVOLVIMENTO

***

CAPÍTULO 4 – NEUROCIÊNCIA DA MOTIVAÇÃO

Para promover uma aprendizado eficaz, é importante desenvolver bases para o cérebro trabalhar de forma eficiente. Por isso, neste capítulo, o autor dá dicas de como criar um ambiente propício para o aprendizado com base na neurociência.

***

CAPÍTULO 5 – COMUNICAÇÃO, ASSERTIVIDADE E MEDIAÇÃO DOCENTE

Parte importante da conexão entre professor e aluno está na comunicação. Neste capítulo, Leo Fraiman fala sobre como ter uma comunicação eficaz e aponta as ferramentas que existem para tanto. Na era digital, a comunicação tornou-se ainda mais importante de ser entendida e praticada.

***

CAPÍTULO 6 – EDUCAÇÃO ANALÓGICA VERSUS GERAÇÃO DIGITAL com Wagner Sanchez

Os jovens de hoje estão cada vez mais conectados. A tecnologia avança e eles acompanham. Já a educação continua a mesma. Sala, carteiras, lousa, aulas expositivas. Como balancear um modelo velho com alunos tão atualizados. Juntando tecnologia e educação, Wagner Sanchez, diretor acadêmico da FIAP (Faculdade de Informática e Administração Paulista).

***

CAPÍTULO 7 – OS TIPOS DE PERSONALIDADE

Cada indivíduo é único em seu conjunto de características que formam nossa personalidade. Esse capítulo ajuda a entender melhor as características de personalidade de nossos alunos (seus tipos psicológicos), a fim de descobrir a melhor forma de tocar o coração e a alma deles. Assim, criando um laço mais próximo, é possível ter uma educação eficaz, já que um dos caminhos para tal é o afeto.

***

CAPÍTULO 8 – MATURIDADE E AUTONOMIA

Um dos grandes desafios atuais para o professor é conjugar o método pedagógico da escola com a construção da maturidade e da autonomia dos alunos, mantendo o equilíbrio entre a disciplina e a motivação em sala de aula. A maturidade e a autonomia, assim como outras competências humanas, resultam de um processo construído gradativamente, à medida que nos relacionamos com as pessoas e com o mundo, de uma forma ativa, reflexiva e constitutiva.

***

CAPÍTULO 9-  FORMAÇÃO DE VALORES

 ***

CAPÍTULO 10 – AUTOESTIMA, RESILIÊNCIA E OTIMISMO

A autoestima é uma força que deve ser desenvolvida em nossa vida. Quem tem autoestima investe na sua saúde, estudos e carreira. Não só consigo mesmo, mas nas relações com os outros. Por isso faz parte da educação. É um dever do educador ajudar seus alunos a desenvolver sua autoestima.

***

CAPÍTULO 11 – A IMPORTÂNCIA DO EDUCADOR

***

CAPÍTULO 12 – COMPETÊNCIAS PARA O MERCADO DE TRABALHO DO SÉC XXI

***

CAPÍTULO 13 – TENDÊNCIAS E OPORTUNIDADES NO MERCADO DE TRABALHO com Marcos Brogna

Mundo em transformação pede por profissionais capacitados para os novos arranjos. Por isso, compreender as tendências profissionais para mostrar aos nossos alunos as novas oportunidades que aparecem com o mundo em construção.

***

CAPÍTULO 14 – REFLEXÕES SOBRE ESCOLHAS E DECISÕES com Mariana Gonçalo

***

CAPÍTULO 15 – PROJETO DE VIDA – Silvana Pepe

***

CAPÍTULO 16 – ALAINÇA ENTRE A ESCOLA E A FAMÍLIA

Faça aqui a avaliação deste livro e teste seus conhecimentos.  

**

+ DICAS!

ORGANIZAÇÃO PARA EFICÁCIA

Além do teórico-metodológico, O professor Leo Fraiman preparou uma série de dicas práticas para auxiliar no desenvolvimento do professor e nas técnicas de como ensinar bem. Confira:

 

 

11 comentários em “Como ensinar bem

  1. Olá boa noite.
    Os videos são muito bons e de grande valia para nos educadores frente aos nossos educando com propostas pedagógicas. Tendo em vista que houveram algumas lacunas relacionados aos videos como, por exemplo, não abrir o vídeo e os mesmos nem sempre estavam de acordo com os temas tratados, não consegui responder com coerência todas as questões.
    Sem mais.

    1. Olá, Nivone! Ficamos felizes com sua mensagem! Gostaríamos de saber com mais detalhes as dificuldades que você encontrou no site para que possamos buscar soluções. Pode mandar um e-mail diretamente a mim e vamos nos falando (marcos@opee.com.br). Grande abraço, ótimo ano novo!

  2. Boa tarde, sou professora e tenho orgulho em dizer que a experiência que tive no ano letivo de 2015 com o material aqui demostrado foi extraordinária!
    Estou cada vez mais encantada com as possibilidades, os vídeos e principalmente com os resultados que tudo isso traz para sala de aula. Meus alunos se mostram de forma mais verdadeira e intensa, o que torna tudo mais prazeroso pra mim e para eles.
    O processo inicial não foi tão fácil, pois tive que me adaptar e foi também o primeiro ano em que o colégio q ministro aulas adotou este fantástico projeto. Estou aqui para deixar registrado o quanto estou satisfeita e feliz com tudo que aprendi e ensinei.
    Agradeço a oportunidade.
    Abraço.
    Professora Fabi Bastos/ Colégio Tableau – Taubaté – SP

  3. Parabenizo Leo Fraiman e toda equipe responsável por esse curso on line, por despertar em nós, professores, a reflexão sobre nossa prática docente. Realmente, segundo Platão, em”O Mito da Caverna”, precisamos sair da “caverna”e desatar as amarras que nos prendem ao comodismo, pois nossos alunos merecem aulas mais encantadoras; a Escola dos sonhos depende obviamente de toda uma estrutura complexa, mas nós professores somos os protagonistas dessa Escola; metodologias que utilizam novos instrumentos didáticos pedagógicos, ajudam os alunos a aprenderem com mais satisfação e prazer! Precisamos aquecer nossas relações humanas com nossos alunos e colegas de trabalho, somente o “calor” humano transformará a escola dos Sonhos”em uma Escola mais humanizada! Parabéns a todos e todas!

Deixe uma resposta