OPEE_Fund_2ano_capa_P1.indd

2º ano do Ensino Fundamental

No segundo ano do Ensino Fundamental, a criança já tem um domínio maior da leitura e escrita e já está um pouco mais acostumada com a rotina escolar da Educação Fundamental, já que o primeiro ano a preparou e deixou mais interessada nas aulas. O material OPEE trabalha, no livro deste ano, com base em três eixos: Descobrindo a si mesmo, Aprendendo sobre o trabalho e as profissões e Descobrindo a vida financeira.

DESCOBRINDO A SI MESMO

Já na primeira atividade, o livro traz um texto muito interessante chamado “mim mesmo”, de Flávio de Souza. A ideia é fazer com que a criança faça uma reflexão de si mesma. Depois disso, ela é convidada a refletir sobre quem é o autor e sua trajetória profissional. Por isso, o aluno é incentivado a fazer uma pesquisa.

2353244

Flávio de Souza é um ator, escritor e roteirista brasileiro. Ele iniciou sua carreira em um grupo de teatro chamado Pod Minoga nos anos 70. Ente seus trabalhos mais notáveis está o “Castelo Rá-Tim-Bum”, criado junto com o diretor Cao Hamburguer, e o programa “Mundo da Lua”. É autor de diversos livros infantis também  

A ideia da pesquisa é incentivar o aluno a ter curiosidade e a se interessar pela trajetória das outras pessoas. Assim, evitamos a apatia que pode ocorrer quando a criança está entrando na adolescência, desenvolvendo a criatividade e a capacidade de abertura para o mundo ao seu redor, com interação.

As atividades posteriores seguem a linha do autoconhecimento e a percepção daqueles que estão ao seu redor. Na Atividade 2, o aluno percebe a sua aparência. Mais para frente, desenhará sua família. Nesse momento, é importante ver o que o desenho conta, para entender que a situação pintada ali pode ser melhorada.

A Atividade 3 é baseada na visão que os alunos têm de si no futuro. É nesse momento que é preciso mostrar que a vida é um processo e, para chegar lá, é preciso construir um projeto de vida com valores e optar por aquilo que o fará merecer este futuro.

Outro ponto muito importante é o trabalho com os sentimentos. Na Atividade 5, partimos da definição dos sentimentos para ajudar a criança a ter essa percepção social, desenvolvendo empatia, compaixão, solidariedade e amizade. Entendemos que é percebendo os próprios sentimentos e os dos outros que se pode fazer boas escolhas. Por isso, na Atividade 6 os alunos são convidados a interpretar situações, definindo o que sentiram e de que forma reagiriam.  Você, professor, pode contar uma situação da sua vida para eles, e, assim, ajuda a criança a se identificar em narrativas que desenvolvem o autocontrole.

Abaixo, o autor comenta sobre a obra e sua aplicabilidade neste eixo:

***

APRENDENDO SOBRE O TRABALHO E AS PROFISSÕES

Quanto antes a gente plantar na criança a percepção do valor do trabalho, conhecendo as possibilidades e aquilo que ela pode fazer pelo mundo, ela terá mais tempo para aprender e dará mais valor a todos os conhecimentos que vai adquirindo até o momento de fazer sua escolha.

Logo na primeira atividade deste eixo, a criança é apresentada ao palhaço como um profissional, desmistificando a ideia de que trabalhador é sempre aquela pessoa uniformizada ou alguém de terno e gravata. Esse tipo de atividade abre os olhos do aluno para compreender que existem muitas possibilidades no mundo profissional. O livro possui uma série de atividades para ampliar a visão do aluno e deixar de lado os preconceitos e os prejulgamentos sobre profissões, pois todas elas têm seu valor na sociedade.

Este módulo é finalizado focando um grande empreendedor brasileiro, que usamos como exemplo de quem desperta inspiração no mundo do trabalho com seu talento, habilidades, invenções.

Abaixo, o autor comenta sobre a obra e sua aplicabilidade neste eixo:

***

DESCOBRINDO A VIDA FINANCEIRA

O dinheiro e o consumo invadem a vida da criança logo cedo. Assim, elas crescem mergulhadas numa falsa necessidade de comprar e com desejos consumistas que acabam gerando frustrações. Por isso, é importante  trabalhar a formação de um senso crítico em relação àquilo que é mostrado na mídia e na publicidade. A criança é bombardeada por imagens de produtos desde muito cedo (e basta assistir aos intervalos comerciais de programas televisivos infantis, além do merchandising que há dentro dos próprios programas, para se ter certeza disso), portanto é preciso ensiná-la a lidar com isso, evitando uma posição consumista que vai gerar dois problemas: infelicidade, pois não se constrói um projeto de vida feliz apenas focado no “ter”, e uma relação não-sustentável com o planeta, já que a Terra dá sinais claros de que não suporta a excessiva exploração de recursos naturais para nosso modelo de sociedade.

O módulo já começa trabalhando a diferenciação entre desejo e necessidade, para que seja possível aprender que nem tudo o que se quer é preciso ter. O autor cita o livro Elogio à Disciplina” de Bernhard Bueb, que pode ajudá-lo a ter mais elementos para tratar a disciplina e o limite em sala de aula, muito  importantes nesse momento em que os alunos precisam resistir a esse desejo intenso de ter o que os amigos têm e o que a publicidade insiste em dizer que é necessário. Além disso, o módulo trabalha o dinheiro, não como um fim em si mesmo, mas como um meio (como ele é fisicamente aqui e em outros lugares do mundo?; o dinheiro em papel e o dinheiro em moeda; os cuidados que a moeda exige etc). O mais importante é a lição da escolha: o que é possível comprar com esse dinheiro, mostrando produtos e seu custo.

Para fechar o módulo, o autor trabalha o tema de doação e feira de troca, para mostrar ao aluno que alguma coisa que não tem mais valor ou uso para ele pode servir para outra pessoa. A intenção do módulo é incentivar o reuso e uma relação saudável com seu dinheiro e com os bens materiais, hoje e no futuro. Essa é, aliás, uma tendência mundial: a economia colaborativa, um grande aliado na busca de relações sustentáveis entre as pessoas.

Abaixo, o autor comenta sobre a obra e sua aplicabilidade neste eixo:

Faça aqui a avaliação deste livro e teste seus conhecimentos. 

 

5 comentários em “2º ano do Ensino Fundamental

  1. Achei de suma importância os videos e os textos, agregam valores e conhecimento ao educador e aos seus alunos. Tudo muito bem organizado e coerente, explicações concretas e exemplificadas o que torna o aprendizado mais enriquecedor!
    Parabéns a equipe!!!

  2. È muito bom poder ouvir o Léo antes de iniciarmos nossas aulas sobre o OPEE, muito interessante sua fala e a ponte que ele faz relacionando os conteúdos. Foi muito prazeroso para mim.

  3. Parabéns a equipe pelo cuidado em expor tão bem o material, com exemplos e contextualizações interessantes e enriquecedoras para nossa prática como mediador.

  4. Adorei a capacitação, porém até o presente não visualizei o meu certificado e gostaria que me reenviasse… realizei avaliação e o teste de conhecimento sobre o material do 2º ano Fund. I em Fevereiro… sou professora no Colégio Shalom – Campinas SP – . Conto com a sua compreensão. Grata Professora Olga Maria

Deixe uma resposta